Archive for the OST Category

Relaxe…

Posted in Música, OST on 26 de janeiro de 2011 by Davi Marcondes Moreira (devdrops)

http://www.4shared.com/embed/491828849/70b53479

A Clockwork Orange

#1 – Tarantino’s OST

Posted in OST, Tarantino on 25 de janeiro de 2011 by Davi Marcondes Moreira (devdrops)

Para começar, começo um post sobre as trilhas sonoras de alguns filmes do diretor Quentin Tarantino, que são favoritas para este que escreve. Uma a uma, vou escrever aqui minhas impressões sobre as que tenho comigo.

OST (do inglês Original Sound Track), para quem não souber, é a trilha sonora de um filme, e que para quem curte as cenas acompanhadas das faixas – ou as faixas sozinhas já empolgam o suficiente – é sinônimo de prato cheio. Certa vez, conversando com uma aluna do curso de cinema – acredito que da USP, não me lembro bem – , pirada por Clint Eastwood, ela afirmava um fato: “Você pode não gostar dos filmes ou do estilo do Tarantino, mas que ele faz umas putas trilhas para os filmes, isso ninguém discute.” Para onde vou, sempre levo duas ou três comigo. É música para qualquer hora.

1º – Reservoir Dogs (Cães de Aluguel, 1992)

Não foi o primeiro filme do diretor (esse foi o My Best Friend’s Birthday, de 1987, primeira película – e que já continha Johnny Cash como faixa), mas é o primeiro filme disponibilizando a trilha sonora. No filme, um grupo de assaltantes se reúne para um objetivo: numa joalheria, uma maleta com diamantes, muito dinheiro para todos, mas algo sai errado (ok, não falo do filme em si, portanto não farei spoiler, fique tranquilo).

Logo percebemos que Tarantino usa e abusa de bandas e grupos que muitas pessoas nem conhecem, sequer ouviram falar ou que até mesmo já nem existem mais: George Baker Selection, Joe Tex, Blue Swede foram nomes dos idos de 1950, 1960 e 1970 que o diretor inseriu no repertório do filme e que marcam diversas partes memoráveis do filme, como a cena de apresentação do elenco, por exemplo, cuja faixa “Little Green Bag” apresenta o ritmo do filme: violento, clássico, pop.

George Baker Selection, Joe Tex e Blue Swede

Outra marca constante do diretor nas suas trilhas sonoras é logo percebida: as faixas intercaladas de diálogos do roteiro do filme, exatamente as mesmas das cenas, direto na trilha sonora. Vale tudo, desde uma conversa no carro entre os personagens, o locutor da rádio, um bate papo numa mesa de uma lanchonete. Destaque principal para a cena com Mr Blonde (Michael Madsen) torturando um policial (eta, eu falei que não ia ter spoiler? XD) ao som de Stealer’s Wheel – “Stuck In The Middle With You” (que caia um raio na cabeça de quem nunca fez essa mesma dança!)

A OST, assim como o filme, é um pouco crua tanto na impressão que ela dá na obra (músicas mais antigas, curtas e de melodias fáceis de assimilar) como na forma como ela foi editada (até que não foi tão mal, exceto pelas partes do locutor K-Billy onde a impressão de que se trata de um narrador numa rádio não fica muito convincente de que se trata de um programa de rádio), mas acerta nas escolhas dos temas e mostra que Tarantino consegue conceber uma trilha sonora que pode ser ouvida até mesmo sem o filme. Com essa indicação, fica o link para baixar e curtir (e a recomendação de caçar o filme por aí também!).

“- Cmon, let’s get a taco.”

Para próximo post: Pulp Fiction!